Antiabertura do FIP

A poesia já se espalha por todo o Recife. Já se sente seu cheiro e sua respiração. Bem no coração da cidade, versos em haikais e em cartas de tarô vibram… e o sagrado ato de contemplar o ritmo das palavras se transforma em alimento para a alma.

Na antiga morada de Manuel Bandeira, a palavra vive e habita. De portas abertas, o Espaço Pasárgada recebeu a poeta Alice Ruiz e sua oficina de haikais, e a mais pura arte de sintetizar mundos inteiros em mínimos versos.

E em forma de poesia, os 22 arcanos maiores do tarô se abriram, na Praça Maciel Pinheiro, começando os trabalhos dessa celebração ao diálogo entre o universo da palavra e do misticismo.

Começou o FIP 2014!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: