Arquivos da categoria: Programação

O legado da poesia

Por Michelle de Assunção A frase do poeta, músico e cantador Adiel Luna pode dar uma dimensão mais exata do que foi o III Festival Internacional de Poesia (FIP), que terminou neste domingo, no Recife. “Quando o poeta está declamando e

O legado da poesia

Por Michelle de Assunção A frase do poeta, músico e cantador Adiel Luna pode dar uma dimensão mais exata do que foi o III Festival Internacional de Poesia (FIP), que terminou neste domingo, no Recife. “Quando o poeta está declamando e

A simplicidade grandiosa do sagrado

por Leonardo Vila Nova Quando se fala o termo “sagrado”, algumas vezes pode nos soar como algo distante, pertencente a tempos e civilizações longínquas, ou que seja inalcançável. Talvez, em tempos de megalópoles, de “progresso” desenfreado, de velocidade e caos,

A simplicidade grandiosa do sagrado

por Leonardo Vila Nova Quando se fala o termo “sagrado”, algumas vezes pode nos soar como algo distante, pertencente a tempos e civilizações longínquas, ou que seja inalcançável. Talvez, em tempos de megalópoles, de “progresso” desenfreado, de velocidade e caos,

Onde a poesia habita e reverbera

por Leonardo Vila Nova Seja o som que da palavra emana. Seja a sua vibração e a sua comunicação com a alma. A poesia pode ser um portal de acesso a regiões mais profundas da nossa existência? Certamente, sim. E

Onde a poesia habita e reverbera

por Leonardo Vila Nova Seja o som que da palavra emana. Seja a sua vibração e a sua comunicação com a alma. A poesia pode ser um portal de acesso a regiões mais profundas da nossa existência? Certamente, sim. E

A poesia vai permanecer

Por Tiago Montenegro Não deixa de ser um alento para qualquer cidade, de qualquer país, a existência de um festival de poesia. Se para o poeta é uma oportunidade de derramar seus versos a um público certamente interessado, para o público,

A poesia vai permanecer

Por Tiago Montenegro Não deixa de ser um alento para qualquer cidade, de qualquer país, a existência de um festival de poesia. Se para o poeta é uma oportunidade de derramar seus versos a um público certamente interessado, para o público,

Duplas da peleja poética

Divulgamos aqui a lista com os nomes das duplas habilitadas para a I Peleja Poética no III FIP – Festival Internacional de Poesia do Recife. Confiram abaixo os nomes destacados para cada mercado (Boa Vista e Madalena). Os concorrentes devem comparecer ao

Duplas da peleja poética

Divulgamos aqui a lista com os nomes das duplas habilitadas para a I Peleja Poética no III FIP – Festival Internacional de Poesia do Recife. Confiram abaixo os nomes destacados para cada mercado (Boa Vista e Madalena). Os concorrentes devem comparecer ao

Tarô poético abre os caminhos do FIP 2014

por Leonardo Vila Nova Antiabertura do FIP 2014 contou com performance de Conrado Falbo na Praça Maciel Pinheiro, centro do Recife. O Diabo e A Imperatriz. Uma combinação de cartas de tarô que, dependendo da pergunta que se faz ao oráculo,

Tarô poético abre os caminhos do FIP 2014

por Leonardo Vila Nova Antiabertura do FIP 2014 contou com performance de Conrado Falbo na Praça Maciel Pinheiro, centro do Recife. O Diabo e A Imperatriz. Uma combinação de cartas de tarô que, dependendo da pergunta que se faz ao oráculo,

Poemas de Douglas Diegues

Escritor, tradutor e editor. Publicou Dá gusto nadar desnudo por estas selvas (Travessa dos Editores, Curitiba, PR; 2003) Uma Flor (Eloisa Cartonera, 2005, Buenos Aires, Argentina) e mais de 5 obras até o momento, todas escritas em portunhol selvagem, língua transfronteiriça que utiliza para

Poemas de Douglas Diegues

Escritor, tradutor e editor. Publicou Dá gusto nadar desnudo por estas selvas (Travessa dos Editores, Curitiba, PR; 2003) Uma Flor (Eloisa Cartonera, 2005, Buenos Aires, Argentina) e mais de 5 obras até o momento, todas escritas em portunhol selvagem, língua transfronteiriça que utiliza para